7 cuidados a serem tomados com um apartamento em frente à praia

6 minutos para ler

Ter um apartamento em frente à praia é o sonho de muita gente — e não é para menos. Fazer com que seu endereço esteja perto do oceano tem muitos benefícios, como aumento da qualidade de vida, praticidade para aproveitar a natureza e até um estímulo extra para curtir o ar livre.

No entanto, é essencial não se esquecer da maresia. Composta por água, sal marinho e outros minerais, ela é carregada pela brisa que sopra do oceano para o seu lar. Com o acúmulo de partículas ou mesmo a entrada delas em locais indesejáveis, o seu imóvel pode exigir muita manutenção.

Para evitar isso, separamos 7 cuidados que você deve ter ao morar de frente para o mar. Venha conferir quais são!

1. Escolha uma pintura resistente à maresia

A definição do revestimento das paredes tem uma importância que vai além da estética. A ideia é conseguir proteger toda a estrutura contra a ação da maresia e da umidade, então é indicado escolher uma tinta especial.

Há produtos que são feitos especialmente para essa aplicação e evitam, por exemplo, a formação de mofo. Também são mais resistentes e garantem resultado bonito por um tempo estendido. Dessa forma, você não vai precisar lidar com o acabamento que deixa de ficar homogêneo pouco após a última pintura.

Caso o imóvel sofra com o impacto da umidade de forma intensa, vale considerar a impermeabilização das áreas mais afetadas para ter a melhor experiência. Se preferir, pode até criar paredes texturizadas, pois esse tipo de aplicação funciona como uma barreira.

2. Priorize revestimentos resistentes às condições

A escolha dos materiais é outro ponto que merece atenção extra. Além da maresia, um apartamento em frente à praia encara a umidade — que é especialmente carregada pela brisa e é mais intensa conforme a proximidade com o oceano. Por isso, nossa dica é selecionar revestimentos e componentes resistentes.

Nas dobradiças, nas maçanetas e nas esquadrias, por exemplo, o ideal é contar com peças de inox ou de alumínio. Elas são mais resistentes à atuação da atmosfera marítima e, com isso, exigem trocas menos frequentes. Mesmo assim, vale a pena realizar a lubrificação periódica.

Atualmente, a fibra de vidro também tem se mostrado uma tendência nesse sentido. Ela é especialmente resistente à corrosão (mais que o inox e o alumínio), ao mesmo tempo em que oferece um visual robusto e moderno.

Em relação à madeira, a versão maciça é mais adequada por ter maior resistência à umidade e até aos cupins, dependendo do caso. O melhor é ter itens envernizados, já que essa camada superficial funciona como uma proteção extra.

3. Tenha cuidado com o mobiliário

Os móveis também podem sofrer com a ação da maresia e das condições climáticas do apartamento de frente para o mar.

No caso das peças de madeira, vale a pena aplicar óleo de móveis com regularidade. Ele cria uma espécie de “película” protetora e evita a perda do brilho. Limpe as peças com frequência, da estrutura aos estofados, para retirar os resíduos de sal.

Sendo o mar do Rio de Janeiro a escolha para emoldurar as suas janelas, ainda é preciso se preocupar com a exposição solar. Afinal, morar de frente para a praia significa que não há outras construções na frente para bloquear a passagem de raios solares.

Como os dias quentes são muito frequentes na cidade, é preciso proteger os móveis da exposição direta. Vale a pena usar cortinas e outros bloqueadores, de modo a evitar o desgaste de cor e dos materiais.

4. Use produtos antiferrugem na limpeza

Na hora de fazer a limpeza de eletrodomésticos e das ferragens, em geral, é essencial ter cuidado com os produtos usados. Nas peças de aço inox, por exemplo, recomendamos não aplicar o cloro. Em todos os itens, vale evitar o uso de água para não potencializar a atuação da maresia.

Nesse sentido, o melhor é adotar produtos com propriedades antiferrugem. Aplique segundo as recomendações do fabricante e faça uma finalização com pano seco e macio. Assim, é possível evitar que a ferrugem se acumule.

No caso dos eletrodomésticos, em especial, a limpeza tem de ser feita periodicamente. De preferência, use algum tipo de protetor nos equipamentos, para evitar que o sal e as outras partículas entrem na estrutura.

5. Considere ter um desumidificador

Em dias úmidos, como durante os períodos em que chove com mais frequência, o seu apartamento pode sofrer com o maior volume de água em suspensão na atmosfera. Por isso, vale a pena considerar usar um desumidificador.

O aparelho é responsável por “captar” a água em excesso que está presente, evitando que ela se acumule nos móveis, nos eletrodomésticos, nos equipamentos eletrônicos ou mesmo nas roupas.

Normalmente, não é preciso fazer uso o tempo inteiro, mas quando for necessário, ter o apoio desse equipamento faz a diferença.

6. Acerte na circulação de ar dos ambientes

Por um lado, é importante manter algumas janelas fechadas por alguns períodos. Quando estiver ventando muito, por exemplo, o melhor é fechar as janelas e as portas para impedir que a maresia chegue com força ao seu lar.

No entanto, deixar o apartamento abafado favorece o aparecimento de mofo ou mesmo de lodo em alguns pontos. Portanto, é preciso caprichar na circulação de ar entre os ambientes.

Se for reformar ou construir, já vale considerar isso para incluir no projeto. Além do mais, é possível usar ventiladores e deixar o ambiente aberto em certas oportunidades durante o dia. Além de tudo, você poderá sentir a brisa do oceano sem que ela atrapalhe seu cotidiano!

7. Faça inspeções e manutenções regulares

Para o seu apartamento em frente à praia estar sempre bonito, o cuidado deve ser contínuo. Depois de adotar essas orientações, é hora de focar em manter a aparência do jeito certo.

Por isso, vale a pena realizar inspeções com certa frequência. Mesmo tendo escolhido materiais resistentes, veja se há pontos de ferrugem ou corrosão e confira a lubrificação de partes metálicas.

Caso seja necessário, faça a substituição de algum componente ou faça uma nova pintura. Agir rapidamente após identificar um problema é crucial para manter o seu lar sempre preservado.

Ao aplicar as nossas dicas, o seu apartamento em frente à praia ficará mais protegido. Assim, você vai obter uma conservação melhor do imóvel e ainda vai ter mais tranquilidade e qualidade de vida para curtir a paisagem!

Que tal espalhar o conhecimento e ajudar os amigos que também têm essas dúvidas? Compartilhe o post nas suas redes sociais e marque seus contatos!

Posts relacionados